Resumo

Alguém anda a matar passageiros no intercidades Lisboa-Porto, todos os dias desde terça-feira! Alguém precisa de parar o assassino! Mais uma vez Garcia não se sente capaz de tratar do assunto (e está ocupado com outra coisa mais importante) e relutantemente volta a falar com o seu velho amigo e o seu estranho parceiro voador: o mítico Inspector Zé e o inconfundível Robot Palhaço. Juntos, eles vão apanhar o intercidades, chatear toda a gente fazendo perguntas inconvenientes, apanhar os pertences dos passageiros e chamar-lhes “pistas”, comer e beber à borlex no bar (porque afinal estão a trabalhar!) e se tudo correr bem, encontrar e parar o assassino. Ah, e têm de cuidar do miúdo do Garcia porque a sua mãe está no Porto e o Garcia anda ocupado e já que estão a apanhar o combóio para o Porto não custa nada levá-lo com eles. Que é que pode correr mal?
Está na altura de embarcares numa nova aventura cheia de humor, casos (muitos casos!), mistérios, e ainda mais personagens do que antes! Conseguirás reunir as pistas, resolver os puzzles, ultrapassar os obstáculos e encontrar o culpado antes de chegar à última estação?!

Sobre o jogo

O Assassino do Intercidades é a sequela de Crime no Hotel Lisboa. Adopta um design típico da época tendo sido criado inteiramente usando a técnica de “pixel art”. O próprio videojogo corre numa resolução nativa de 256×192, a mesma resolução usada pelo velhinho ZX Spectrum 48k e a Nintendo DS.

Mecânicas

O Assassino do Intercidades funciona através de um interface simples de apontar e clicar. Podem ser clicados personagens, objectos, portas e tudo aquilo que seja essencial para a progressão no jogo. Todos os items podem ser guardados para usar mais tarde e são acessíveis a qualquer altura. É sempre possível gravar o jogo a qualquer altura.

Tanto Texto para ler! Pensam que são quem? O Saramago?

Actualizado todos os meses!

  • Uma produção Nerd Monkeys
  • Filipe Duarte Pina - Direcção / Diogo Vasconcelos - Produção
  • José Castanheira & José Rua - Programação
  • Uriel Cordas - Cenários / Rafael Pina & João Mascarenhas - Música
  • Com a participação
  • Nuno Saraiva - Design de personagens / Gordo e os Indecentes - Banda convidada

Produzido pela Nerd Monkeys®
nerdmonkeys.pt

Feito em Game Maker Studio 2
yoyogames.com

"Achas que isto são horas de chegar a casa?"